Você está em: Home, Noticias

Notícias

12
JAN
Preços domésticos do milho começam ano em alta

Estadão Conteúdo

Os preços domésticos do milho começam o ano em alta, sustentados pelo avanço das exportações e pela consolidação do Brasil como um importante player no mercado internacional, conforme análise do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq/USP), divulgada nesta segunda-feira (11). A análise mostra que os embarques devem continuar balizando as cotações internas, a exemplo de 2015.

"O ano de 2016 começa com os preços em alta no mercado interno, puxados pelo ritmo forte das exportações no último trimestre de 2015. A desvalorização do real tornou o produto brasileiro mais competitivo e vem favorecendo também a realização de contratos referentes ao grão a ser colhido em 2016", afirma o relatório da instituição.

Enquanto a primeira safra de milho 2015/16 teve redução de área, em detrimento do avanço da soja, os pesquisadores do Cepea afirmam que os atuais níveis de preços podem levar produtores a manter a área cultivada na segunda safra, ou de inverno, que, a depender do clima, pode proporcionar oferta semelhante à de 2014/15. "Assim, novamente, recaem sobre a segunda safra os principais fatores de impacto sobre os preços ao longo da temporada 2015/16", dizem os pesquisadores.

Considerando a mesma área cultivada na segunda safra de 2014/15 (estimada pela Companhia Nacional de Abastecimento - Conab), mas com produtividade média nacional 0,1% menor, a oferta de inverno poderia alcançar 54,5 milhões de toneladas, revela a análise.

Somado este volume aos estoques iniciais, à oferta da primeira safra e a um pouco de importação, a disponibilidade anual de milho atingiria 93,75 milhões de toneladas. Descontando o consumo interno, o excedente seria de 35,42 milhões de toneladas, 13,3% menor que as 40,89 milhões de toneladas recordes de 2015, conclui o Cepea, com base em dados da Conab.

Veja notícias

19
FEV

Milho: Bolsa brasileira abre a semana com preços em alta

05
FEV

Ministra afirma que café será prioridade na agenda do Governo

15
JAN

Qualidade dos cafés brasileiros melhorou, diz pesquisa

07
JAN

Soja: cuidados na fase de florescimento podem incrementar colheita em 30%