Você está em: Home, Noticias

Notícias

24
JUN
Vencedor de desafio no Paraná produz 140 sacas de soja por hectare

G1 MT

O novo campeão nacional do Desafio de Máxima Produtividade de Soja é o produtor e consultor Alisson Alceu Hilgenberg, de Ponta Grossa (PR). Ele alcançou a mais alta marca já registrada no concurso: 141,79 sacas por hectare, resultado da utilização de tecnologias inovadoras do plantio à colheita. O evento é promovido anualmente pelo Comitê Estratégico Soja Brasil (CESB) e o resultado foi anunciado nesta terça-feira (23), pelo presidente do CESB, Luiz Nery Ribas, durante o VII Congresso Brasileiro de Soja, em Florianópolis (SC).

“A produtividade alcançada nesta safra é bastante superior à do vencedor do ano passado, de 117 sacas por hectare, e ainda maior do que a média de produtividade nacional, que é de 48 sacas/hectare”, destaca Ribas. “Por isso, continuamos incentivando o talento e a iniciativa do produtor brasileiro no desenvolvimento de novas práticas de cultivo, que resultem na extração do potencial máximo da cultura de uma forma rentável e sustentável.”

Além de ter se sagrado campeão nacional, Hilgenberg foi também o vencedor da categoria Regional/Sul (soja não irrigada).

Outras categorias do desafio também registraram altas produtividades.

Soja não irrigada:
- Campeão do Norte-Nordeste: do município de Correntina, na Bahia, o produtor Rui Luiz Gaio e o consultor Ivair Gomes alcançaram a média de 112,44 sacas por hectare;
- Campeão do Centro-Oeste: da cidade de Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul, o produtor Arthur Exley Edwards e o consultor Antonio Cavicchioli Pereira Neto obtiveram a produção de 127,17 sacas por hectare;
- Campeão do Sudeste: em Capão Bonito, São Paulo, a produtora Elizana Baldisserae o consultor João Paulo de Sá Dantas obtiveram 122,99 sacas por hectare;

Soja Irrigada:
- O campeão nacional da categoria é do Sudeste, da cidade de Brasilândia de Minas, em Minas Gerais. Leonardo Latalisa França, produtor, e Lucas Gontijo de Araújo, consultor, chegaram a 113,32 sacas por hectare.
Foram divulgados ainda campeões estaduais na categoria soja não irrigada e campeões municipais.
O evento de premiação será no dia 31 de agosto, na 3ª Bienal de Negócios de Agricultura do Brasil Central, em Campo Grande (MS).
Os campeões regionais e nacionais serão premiados com uma viagem técnica aos Estados Unidos, que acontecerá entre 1 e 9 de agosto. Aos campeões estaduais e municipais, o CESB dará um certificado de reconhecimento, que os identificará como referência em produtividade de soja no Brasil.

Veja notícias

11
MAR

Brasil vendeu mais soja essa semana

27
FEV

Produção de soja gera renda e melhoria no solo para renovação de canaviais

20
FEV

Milho e soja tem alta na primeira quinzena de fevereiro

19
FEV

Milho: Bolsa brasileira abre a semana com preços em alta