Você está em: Home, Noticias

Notícias

19
JAN
Cinco estados brasileiros concentraram mais da metade das exportações de 2014

Globo Rural

Em 2014, as exportações do agronegócio estiveram concentradas em cinco estados brasileiros, que juntos corresponderam a 67,9% do total. São eles São Paulo, Mato Grosso, Paraná, Rio Grande do Sul e Minas Gerais, que somaram US$ 65,69 bilhões, segundo os dados divulgados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) na última quinta-feira (15/1).

São Paulo liderou o ranking com receita de US$ 18,18 bilhões, destaque para setor sucroalcooleiro, com a cifra de US$ 6,76 bilhões. O açúcar foi o produto mais exportado, com US$ 5,96 bilhões. Em seguida, o setor de carnes lucrou US$ 2,64 bilhões. Foco na carne bovina, com US$ 2,12 bilhões desse total.

O complexo de soja foi responsável pelo segundo lugar do Mato Grosso no ranking, com a oleaginosa gerando US$ 9,85 bilhões em exportações, sendo US$ 7,21 bilhões da soja em grãos. Em segundo lugar, estão os cereais, farinhas e preparações, com a soma de US$ 2,06 bilhões. Em terceiro, ficaram as carnes, com o montante de US$ 1,60 bilhão em exportações. O Estado, no total, somou US$ 14,60 bilhões com comércio exterior no agronegócio.

A soja também liderou as vendas paranaenses para o exterior, com US$ 5,48 bilhões. Deste valor, US$ 3,33 bilhões foram da soja em grãos, US$ 1,61 bilhão do farelo de soja e US$ 538 mil do óleo de soja. Em segundo, ficaram as carnes, com a soma de US$ 2,75 bilhões, sendo que US$ 2,36 bilhões foi de carne de frango. O Estado teve receita de US$ 12,63 bilhões com exportações em 2014.

No Rio Grande do Sul, que somou US$ 12,19 bilhões com exportações, a soja liderou com o montante de US$ 5,37 bilhões. O destaque do setor foi a soja em grãos, com US$ 3,99 bilhões. As carnes estão em segundo lugar entre os produtos mais exportados pelo Estado, com US$ 2,24 bilhões, sendo que US$ 1,39 bilhão foi de carne de frango.

Já em Minas Gerais, o café teve receita de US$ 4,12 bilhões, seguido pelas carnes, com US$ 975 milhões, sendo US$ 446 milhões atribuídos à carne bovina e US$ 319 milhões à carne de frango. O Estado gerou US$ US$ 8,09 bilhões.

Veja notícias

20
FEV

Milho e soja tem alta na primeira quinzena de fevereiro

19
FEV

Milho: Bolsa brasileira abre a semana com preços em alta

05
FEV

Ministra afirma que café será prioridade na agenda do Governo

15
JAN

Qualidade dos cafés brasileiros melhorou, diz pesquisa