Você está em: Home, Noticias

Notícias

06
JAN
Exportação de milho sobe para 3,405 milhões de toneladas em dezembro

Estadão Conteúdo

As exportações brasileiras de milho voltaram a crescer em dezembro e superaram os embarques de dezembro de 2013 e também os de novembro de 2014, informou o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). Segundo o MDIC, foram exportadas 3,405 milhões de toneladas no mês passado, volume 10,4% superior ao apurado em dezembro de 2013, de 3,084 milhões de toneladas, e 14,3% maior que as 2,978 milhões de toneladas registradas em novembro. O resultado foi impulsionado pela desvalorização do real ante o dólar e pelos preços firmes do cereal na Bolsa de Chicago (CBOT) nos últimos meses do ano, que tornaram o milho brasileiro mais competitivo no mercado internacional.

A receita de US$ 620,6 milhões foi 2,15% maior que as US$ 607,5 milhões de toneladas registradas em dezembro de 2013 e de 18,36% superior aos US$ 524,3 milhões de toneladas arrecadados em novembro. O preço médio da tonelada exportada foi de US$ 182,2, maior que os US$ 176 registrados em novembro, mas menor que os US$ 196,9 de dezembro de 2013.

No acumulado de 2014, as exportações brasileiras somaram 20,64 milhões de toneladas, volume 22,5% menor que as 26,65 milhões de toneladas apuradas em 2013, quando a demanda pelo produto do País era maior, devido à escassez de oferta do milho norte-americano. Em receita, o resultado foi 38% inferior, de US$ 3,875 bilhões, ante US$ 6,25 bilhões apurados de janeiro a dezembro de 2013.

Considerado o ano comercial 2013/14, que se iniciou em fevereiro, as exportações alcançam 17,7 milhões de toneladas. A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) estima que os embarques ao exterior atinjam 20 milhões de toneladas na temporada, que se encerra em 31 de janeiro.

Veja notícias

11
MAR

Brasil vendeu mais soja essa semana

27
FEV

Produção de soja gera renda e melhoria no solo para renovação de canaviais

20
FEV

Milho e soja tem alta na primeira quinzena de fevereiro

19
FEV

Milho: Bolsa brasileira abre a semana com preços em alta