Você está em: Home, Noticias

Notícias

11
NOV
Produtores de MG aceleram o plantio do milho primeira safra

Paulo Barbosa
Globo Rural

No Triângulo Mineiro, a volta da chuva agiliza o trabalho no campo. O atraso no plantio do milho é causado pela seca e os agricultores se apressam para garantir uma boa produtividade.

Na propriedade do agricultor João Paulo da Silva Marra, em Lagoa Formosa, no Alto Paranaíba, o milho que ocupa 50 hectares foi semeado há quase 10 dias, já germinou e mostra vigor. Para conseguir esse resultado, ele e os funcionários tiveram que trabalhar dobrado.

Tradicionalmente, o início do plantio do milho primeira safra começa em Minas Gerais em meados de outubro, mas este ano, por conta da falta de chuva, o início da semeadura atrasou mais de 20 dias. Agora, os produtores correm com o plantio, na expectativa de conseguir ainda uma boa produtividade.

Segundo o agrônomo Bruno Furtado é importante plantar agora porque o milho é uma cultura que depende muito da luminosidade. “Durante o ciclo da cultura, alguns fatores são muito importantes para o sucesso final, como a umidade, a luminosidade e a temperatura, que influenciam no resultado. Quanto mais cedo terminar o plantio, mais luminosidade durante o ciclo da cultura vai ter, consequentemente vai pegar mais chuva e ter uma produtividade melhor no final”, diz.

Pensando na produtividade, Renato Camargos, também de Lagoa Formosa, corre com o plantio. Ele começou a semear os 110 hectares há uma semana. “Estamos correndo para conseguir a produtividade esperada, 180 sacos por hectare, e vamos tentar colher o mais rápido possível para conseguir melhores preços na época da colheita”, explica.

Por falar em preços, o agricultor Jaime Magalhães já fez as contas e também está confiante que vai conseguir bons negócios nesta safra. “Se o milho continuar no patamar de R$ 23 a R$ 24 na colheita e tivermos uma produtividade de 180 sacas por hectare, eu creio que vai valer a pena, vai ser um bom negócio”.

Veja notícias

20
FEV

Milho e soja tem alta na primeira quinzena de fevereiro

19
FEV

Milho: Bolsa brasileira abre a semana com preços em alta

05
FEV

Ministra afirma que café será prioridade na agenda do Governo

15
JAN

Qualidade dos cafés brasileiros melhorou, diz pesquisa