Você está em: Home, Noticias

Notícias

05
NOV
Alta no preço do milho registra média de R$ 14,37 por saca em Mato Grosso

G1 MT

O preço do milho registrou novamente alta em Mato Grosso na última semana, quando o valor médio foi de R$ 14,37 por saca no estado, um aumento de 6,88% em comparação à semana anterior. Segundo o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), um dos principais fatores da alta são os atrasos das chuvas, prejudicando o cultivo da soja, o que pode impactar a produção da segunda safra de milho.

Após o patamar reduzido no preço do milho em setembro, o mercado interno do cereal conseguiu reagir em suas cotações tanto a nível nacional como estadual em outubro. “A relação base MT-CBOT registrou diminuição de R$ 0,19 na semana, aproximando os preços internos e de Chicago”, explica o relatório do boletim semanal do Imea.

A próxima safra do milho tem expectativa de reduzir a área, e outro fator da elevação nos preços tem sido o comportamento do milho no mercado externo com a alta do dólar. “Prova disso foi a forte alta de 19% em outubro no indicador Cepea e a elevação de 18% na BM&F. Já no mercado físico de MT, foi registrado a maior alta mensal se comparado com os preços da BM&F e Cepea, de 25%, atingindo média acima de R$ 14,00/saca no estado”, informam os analistas do Instituto.

De acordo com o Imea, a alta de 4,05% no contrato para julho de 2015 da CBOT contribuiu com a valorização de 8,93% do preço da paridade para esse período, alcançando R$ 8,60 a saca. Todo esse cenário do milho tem proporcionado melhores expectativas aos produtores que ainda têm o produto para ser comercializado.

O município de Campo Verde, na região Sudeste, atingiu R$ 16,50/saca na última sexta-feira e registrou o maior valor do estado. Uma variação positiva mensal de 25%.

Veja notícias

11
MAR

Brasil vendeu mais soja essa semana

27
FEV

Produção de soja gera renda e melhoria no solo para renovação de canaviais

20
FEV

Milho e soja tem alta na primeira quinzena de fevereiro

19
FEV

Milho: Bolsa brasileira abre a semana com preços em alta