Você está em: Home, Noticias

Notícias

11
AGO
Receita com exportações de soja de MT cresce 16% em seis meses

Amanda Sampaio
G1

A soja em grãos foi o principal produto exportado por Mato Grosso no acumulado de janeiro a julho de 2014. Nesse período, o estado gerou uma receita de exportação de US$ 10,074 bilhões, sendo que o grão foi responsável por 64% desse total ou US$ 6,457 bilhões, valor 16% maior que mesmo período do ano passado, quando foram arrecadados US$ 5,581 bilhões com o produto.

O volume exportado da oleaginosa cresceu 22%, chegando a 12,7 milhões de toneladas, um acréscimo de mais de 2,2 milhões de toneladas com relação ao mesmo período do ano passado.

Os dados são do Sistema de Análise das Informações de Comércio Exterior via Web (Aliceweb), do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic).

A oleaginosa foi vendida para 35 países neste primeiro semestre, sendo que a China foi o maior comprador, adquirindo 8,3 milhões de toneladas, o que corresponde a 65% do volume de soja exportado pelo estado no período, segundo o Aliceweb.

Como maior parceiro comercial, o país asiático é responsável por 43,5% do valor total arrecadado com exportações pelo estado nesses seis meses, gerando negócios de US$ 4,388, sendo que US$ 4,227 bilhões foram destinados à compra do grão no estado.

No ranking da receita gerada pelas exportações feitas por Mato Grosso, está em segundo lugar bagaços e outros resíduos sólidos da extração do óleo de soja, com US$ 1,108 bilhão; em terceiro lugar por milho em grão, com US$ 618 milhões; em quarto lugar por carnes desossadas de bovino, congeladas, com US$ 581 milhões; em quinto lugar por farinhas e "pellets", da extração do óleo de soja, com US$ 282 milhões e em sexto lugar por algodão, com US$ 179.

Veja notícias

11
MAR

Brasil vendeu mais soja essa semana

27
FEV

Produção de soja gera renda e melhoria no solo para renovação de canaviais

20
FEV

Milho e soja tem alta na primeira quinzena de fevereiro

19
FEV

Milho: Bolsa brasileira abre a semana com preços em alta