Você está em: Home, Noticias

Notícias

03
MAI
Volume de soja exportada cai 17,3%

 

As exportações brasileiras de soja em grão confirmaram as expectativas e perderam fôlego em abril, apontam estatísticas divulgadas hoje pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). Mesmo assim, o grão e seus derivados mais uma vez lideraram, com folga, as vendas de produtos agropecuários do país ao exterior no mês.
 
Segundo os dados oficiais, os embarques da oleaginosa somaram 4,431 milhões de toneladas nos 20 dias úteis do mês e renderam US$ 2,263 bilhões. Em relação aos resultados de março (22 dias úteis), houve aumentos de 15% e 20,6%, respectivamente, mas na comparação com abril de 2011 (19 dias úteis) o volume diminuiu 17,3% e a receita recuou 11,1%.
 
As exportações de farelo de soja, que alcançaram 1,052 milhão de toneladas no mês passado, ou US$ 399,3 milhões, tiveram um comportamento semelhante ao do grão — incrementos sobre março e baixas sobre abril de 2011. No caso do óleo de soja, cujos embarques atingiram 132 mil toneladas em abril, ou US$ 156 milhões, houve quedas em relação a março e avanços sobre abril do ano passado.
 
A perda de fôlego, que pode ser considerada relativa, já era prevista pelos agentes desse mercado em virtude da clara estratégia da China de antecipar suas importações nos primeiros meses do ano, em parte por conta da redução da oferta na América do Sul em geral na safra 2011/12, que sofreu o impacto de uma seca prolongada causada pelo fenômeno La Niña.
 
Já as exportações de carne de frango, que em receita perderam apenas para as de soja entre os produtos agropecuários, registraram quedas generalizadas, ainda que modestas. O volume embarcado em abril foi de 298,5 mil toneladas, 2,2% menos que em março e 2% abaixo de abril de 2011, e a receita chegou a US$ 560,9 milhões, baixas de 2,8% e 7,1%, respectivamente.
 
Na sequência aparece o café em grão, com embarques de 1,756 milhão de toneladas (US$ 436,1 milhões) no mês passado e quedas também generalizadas, sobre março e em relação a abril de 2011. Também só houve baixas nas vendas externas de suco de laranja (63,6 mil toneladas; US$ 79,5 milhões), de açúcar bruto (434,5 mil toneladas; US$ 246,1 milhões) e de açúcar refinado (114 mil toneladas; US$ 73,7 milhões).
 
As exportações de carne suína (41,1 mil toneladas; US$ 113,3 milhões) cresceram em relação a março, mas recuaram na comparação com abril de 2011, enquanto as de algodão (51,8 mil toneladas; US$ 96,5 milhões) e de etanol (64,5 mil toneladas; US$ 47,5 milhões) cresceram sobre o mês anterior e diminuíram em relação a abril do ano passado.
 
Outros produtos agropecuários de destaque na lista de exportações de matérias-primas em abril são a carne bovina (69,2 mil toneladas; US$ 343 milhões), o couro (32,5 mil toneladas; US$ 175,3 milhões), o fumo em folhas (30,2 mil toneladas; US$ 155,4 milhões) e o milho (103,6 mil toneladas; US$ 45,7 milhões). 
 
Fonte: Valor Online // Fernando Lopes

Veja notícias

19
FEV

Milho: Bolsa brasileira abre a semana com preços em alta

05
FEV

Ministra afirma que café será prioridade na agenda do Governo

15
JAN

Qualidade dos cafés brasileiros melhorou, diz pesquisa

07
JAN

Soja: cuidados na fase de florescimento podem incrementar colheita em 30%