Você está em: Home, Noticias

Notícias

04
OUT
Agricultores começam a colheita da safra de milho nos Estados Unidos

Globo Rural

Os agricultores começaram a fazer a colheita do milho nos Estados Unidos. Qualquer alteração na safra daquele país, que é o maior produtor mundial do grão, afeta todo o mundo. Este ano, o cenário é bem melhor em relação ao ano passado, quando uma forte seca arrasou as lavouras.

Este ano, as espigas se desenvolveram normalmente no estado de Indiana. No ano passado, os produtores se assustaram com uma espiga pequena. O agricultor Ben Lawson diz que ninguém na região havia testemunhado uma seca tão rigorosa. Este ano, ele resolveu plantar um híbrido resistente ao clima. “É difícil para um produtor reagir a algo como o que ocorreu no ano passado porque isso acontece uma vez na vida e é impossível saber como reagir a uma coisa que só acontece a cada 50 anos”.

Esta é a primeira colheita que o agricultor faz depois que casou. Por enquanto, tudo está correndo bem, para a alegria do casal. “Meu marido e eu nos casamos há um mês. Então, esta é a minha primeira colheita na fazenda. Está tudo muito melhor do que no ano passado. Estamos ansiosos para continuar nesse ritmo”, diz a agricultora Kim Lawson.

O agricultor Bob Nielsen, um dos principais especialistas em milho no Estado, afirma que este ano, apesar dos problemas climáticos, a safra deve superar as expectativas. “Tivemos vários eventos ruins.

O plantio ficou atrasado. O começo da temporada foi cheio de chuvas. Depois, veio uma grande seca.

Foi um ano de altos e baixos. Mas é possível perceber nas lavouras que as expectativas são surpreendentemente positivas”, diz.

Com quase 20% do milho colhidos, os agricultores de Indiana calculam que este ano a produção será cerca de cinco vezes maior em relação ao ano passado. Mas nem assim eles ficaram tranquilos.

A previsão do departamento de agricultura dos Estados Unidos é de que a safra do milho chegue a 351,64 milhões de toneladas. Houve aumento de quase 30% em relação ao ano passado. Mas em 2012 foi registrado aumento do lucro. A oferta menor causou a disparada do preço do milho.

“É simples: oferta e demanda. Ano passado, o preço subiu para níveis inacreditáveis porque a produção foi baixa. Com a perspectiva de um ano melhor, o preço caiu. Eu acho que podemos dizer que este ano tem sido mais normal, já que normal hoje em dia é um ano imprevisível”, diz Nilsen.

No ano passado, quando os norte-americanos colheram a safra de milho, o preço internacional era um dos maiores da história. O grão acumulava altas seguidas desde 2009 e mais que dobrou no período. Do ano passado para cá a situação mudou. O preço vem caindo e hoje a saca no mercado externo já acumulou uma desvalorização de 40%.

Veja notícias

20
FEV

Milho e soja tem alta na primeira quinzena de fevereiro

19
FEV

Milho: Bolsa brasileira abre a semana com preços em alta

05
FEV

Ministra afirma que café será prioridade na agenda do Governo

15
JAN

Qualidade dos cafés brasileiros melhorou, diz pesquisa