Você está em: Home, Noticias

Notícias

12
JUL
Clima e preço favorecem safra recorde de soja

Estadão Conteúdo

O Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) de junho, divulgado nesta terça-feira, 09, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), indicou que a produção de soja deve ter um crescimento de 23,8% em relação a 2012. O recorde na produção ocorre em virtude das melhores condições climáticas e dos bons preços no mercado. A safra da oleaginosa em 2013 deve superar a produção de 2012 em 15.633.187 toneladas.

De acordo com o IBGE, a área plantada é 10,8% maior do que no ano anterior e Mato Grosso segue como maior produtor, com 28,8% do total. Entretanto, de acordo com técnicos do instituto, o grão deve ter a qualidade afetada no Estado, por causa do ataque de pragas e doenças no fim do ciclo da safra atual.

Trigo

O trigo também registrou alta na produção. A safra abrange uma área 7,7% maior que em relação 2012. A estimativa para a produção em junho é de 5.557.329 toneladas, 0,8% maior em relação à pesquisa de maio.

Conforme o IBGE, Paraná e Rio Grande do Sul respondem por 92,8% da área plantada e 92,0% da produção nacional de trigo. No Paraná, 85,0% da área estimada a ser plantada em 2013 encontra-se consolidada, estando as lavouras nas fases de germinação e desenvolvimento vegetativo.

No Rio Grande do Sul, a estimativa do IBGE para a produção do trigo em junho é de 2.427.620 toneladas, indicando um aumento de 30,1% em relação a 2012. O instituto destaca o aumento do rendimento, que deve expandir 24,3%.

Milho. Apesar da queda na estimativa de produção de milho na primeira safra, a colheita total em 2013 será recorde, com um aumento de 9,7% em relação a 2012. A segunda safra do cereal, ou de inverno, alavancou o crescimento da produção em 14,8% em relação ao ano anterior.

Este é o segundo ano em que o volume de produção na segunda colheita de milho supera a primeira, correspondendo a 55,9% do total produzido no País. O principal responsável pelo aumento é o Estado de Mato Grosso, que pela primeira vez liderou a produção nacional com 18.414.375 toneladas.

Tradicionalmente o principal produtor, o Paraná sofreu neste ano com um aumento das chuvas na região, o que diminuiu a produção. Juntos, Paraná e Mato grosso concentram 46,6% da produção nacional de milho.

Veja notícias

11
MAR

Brasil vendeu mais soja essa semana

27
FEV

Produção de soja gera renda e melhoria no solo para renovação de canaviais

20
FEV

Milho e soja tem alta na primeira quinzena de fevereiro

19
FEV

Milho: Bolsa brasileira abre a semana com preços em alta