Você está em: Home, Noticias

Notícias

16
JAN
Café: receita com grão verde fica 28,5% menor em 2012

Estadão Conteúdo

A receita cambial com exportação de café verde em 2012 apresentou redução de 28,48%, em comparação ao ano anterior. O faturamento alcançou US$ 5,72 bilhões, enquanto em 2011 chegou a US$ 8 bilhões, conforme relatório da Secretaria de Produção e Agroenergia do Ministério da Agricultura, com base em números da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. O volume embarcado no período teve queda de 16,05%, para 1,504 milhão de toneladas.

O preço médio de exportação registrou baixa de 14,81% no período, de US$ 4.466 por tonelada para US$ 3.805 por tonelada. A receita cambial diminuiu entre os 15 principais destinos do café verde brasileiro em 2012, com exceção de Reino Unido (+2,75%); Eslovênia (+21,40%) e Argentina (+3,67%). Os destaques, em termos de redução porcentual foram: Estados Unidos (-41,27%), Espanha (-40,76%), Alemanha (-32,59%) e Coreia do Sul (-31,73%).

Torrado e moído

A exportação de café torrado e moído apresentou queda de receita em 2012 similar a do grão verde: 29,27% em relação ao ano anterior. De acordo com o relatório, os industriais faturaram US$ 18,376 milhões, enquanto em 2011 o ganho foi de US$ 25,980 milhões. Houve redução de 37,99% na quantidade de grãos exportada, que atingiu a marca de 2.230 toneladas em relação às 3.596 toneladas de um ano antes. O preço médio da tonelada no período subiu 14,06%, de US$ 7.225/t para US$ 8.240/t.

Os Estados Unidos foram o principal destino do café processado brasileiro, ainda assim foi registrada diminuição de 17,91%, em termos de receita. O segundo principal mercado foi a Itália (receita 73,52% menor), seguida de Argentina (-6,31%) e Japão (-38,98%).

Solúvel

Na contra-mão dos outros modais, a receita de exportação do café solúvel apresentou pequena elevação de 3,56% em 2012 em relação ao ano anterior. Os industriais faturaram US$ 698,482 milhões, em comparação com US$ 674,477 milhões em 2011, conforme o relatório.

A exportação brasileira no período foi de 79.968 toneladas, com leve baixa de 0,13% em relação a 2011 (80.076 t). O preço médio da tonelada ficou em US$ 8.735/t, ante US$ 8.423/t em 2011, representando alta de 3,7%.

A Rússia foi o principal destino do café processado brasileiro em 2012, com elevação de 22,89% em termos de receita sobre 2011. Também foi significativo o aumento da receita para Reino Unido (95,10%), Alemanha (59,46%) e Cingapura (35,25%). Entre os 15 principais destinos do café processado brasileiro, seis tiveram redução em receita cambial, com destaque para Canadá (-15,81%) e Indonésia (-13,56%). 

Veja notícias

20
FEV

Milho e soja tem alta na primeira quinzena de fevereiro

19
FEV

Milho: Bolsa brasileira abre a semana com preços em alta

05
FEV

Ministra afirma que café será prioridade na agenda do Governo

15
JAN

Qualidade dos cafés brasileiros melhorou, diz pesquisa