Você está em: Home, Noticias

Notícias

04
DEZ
Alta no preço do milho preocupa criadores de Mato Grosso

Globo Rural

Para manter a produção de 25 mil ovos ao dia, Luciano Bonfim, criador de Rondonópolis, utiliza cerca de duas toneladas de ração. Quase 60% da composição é milho, por isso, o produtor precisou reajustar os preços em 20%. “Tudo o que acontece de aumento é necessário repassar ao consumidor”, conta.

Este ano, o estado de Mato Grosso bateu recorde na produção de milho: 15,6 milhões de toneladas, mas mesmo com a grande produção, o preço do grão manteve-se em alta.

Nos últimos quatro meses, o reajuste no preço do milho em Mato Grosso foi de aproximadamente 50%. Dois motivos principais foram responsáveis por isso, o crescimento na demanda dos países emergentes e a grande seca que atingiu os Estados Unidos.

A saca de 60 quilos está sendo vendida hoje na região por R$ 24.

O zootecnista Arlindo Vilela é diretor de uma empresa de ração animal, que atende cerca de 500 produtores no estado. Ele conta que por causa do aumento nos preços, as vendas de ração caíram 10%. “A alta foi muito expressiva, já começamos a dispensar pessoas e enxugar os custos”, diz.

Veja notícias

11
MAR

Brasil vendeu mais soja essa semana

27
FEV

Produção de soja gera renda e melhoria no solo para renovação de canaviais

20
FEV

Milho e soja tem alta na primeira quinzena de fevereiro

19
FEV

Milho: Bolsa brasileira abre a semana com preços em alta