Você está em: Home, Noticias

Notícias

02
NOV
Exportações de milho no Brasil devem atingir novo recorde

Kellen Severo e Fernanda Custódio
Notícias Agrícolas

Nesta quinta-feira (01) a soja opera em alta na Bolsa de Chicago. Segundo o analista de mercado, Paulo Molinari, a commodity é sustentada pelo mercado financeiro mais positivo e questão climática na América do Sul.

“O excesso de chuvas na Argentina pode ocasionar alguma perda de plantio na soja e a ausência de chuvas na região Centro-Oeste do Brasil dão suporte para as cotações na CBOT”, ratificou Molinari.

Já as exportações de milho no país continuam em alta e devem atingir um novo recorde com os números de outubro. Em novembro o Brasil já possui mais de 2 milhões de toneladas de milho na fila para serem embarcados, conforme explicou o analista.

“É provável que estejamos caminhando para um embarque entre 18 e 20 milhões de toneladas, um aumento bastante representativo e isso vai enxugando o mercado interno. Os negócios na região de Campinas a R$ 34,50 e R$ 35,00”, afirma Molinari.

Além disso, o analista sinaliza que os preços das commodities irão se acomodar com a entrada da safra sul-americana no mercado a partir de março. E que os preços dos suínos e frangos estão elevados e não há outra saída para esses setores a não ser repassar os custos para os consumidores finais.

“Agora já estamos com o mercado mais equilibrado, não dá para recuperar os prejuízos do primeiro semestre, mas as cotações estão mais equilibradas”, finalizou o analista. 

Veja notícias

11
MAR

Brasil vendeu mais soja essa semana

27
FEV

Produção de soja gera renda e melhoria no solo para renovação de canaviais

20
FEV

Milho e soja tem alta na primeira quinzena de fevereiro

19
FEV

Milho: Bolsa brasileira abre a semana com preços em alta