Você está em: Home, Noticias

Notícias

05
OUT
Café na semana: preços recuam em NY e comercialização ainda é lenta no mercado interno

Após as fortes altas registradas recentemente, os futuros do café negociados na Bolsa de Mercadorias de Nova York (Ice Futures US) recuaram durante essa semana em decorrência da realização de lucros por parte dos especuladores.

De acordo com o analista de mercado da Safras e Mercado, Gil Barabach, o mercado passa por um período de transição em função das floradas nas regiões produtoras. E as condições climáticas favoráveis para o florescimento dos cafezais, neste momento, pressionam o mercado.

“Além disso, existe essa questão da crise financeira que segura, então qualquer otimismo em excesso é suspenso em função desse cenário que se abate sobre os mercados”, afirmou Barabach.

O analista também sinaliza que as cotações podem recuar e atingir o patamar de US$ 1,70 a libra-peso, caso haja notícias boas em relação às floradas e a crise no mercado financeiro perdure. No entanto, o cenário fundamental é de equilíbrio com viés positivo a médio e longo prazo.

Já no mercado físico brasileiro, o fluxo de negociações da safra 2012/2013 é lento, uma vez que os cafeicultores administram as vendas e apostam em preços melhores a longo prazo. Devido a essa situação os preços do café robusta têm se mantido em níveis elevados e firmes há algumas semanas, conforme informações divulgadas pelo Cepea.

“A postura dos cafeicultores em escalonar vendas é feito desde o começo da safra e é correta dentro de um quadro de incerteza no curto prazo, mas de uma aposta melhor a médio e longo prazo”, disse o analista.

Fonte: Notícias Agrícolas // Fernanda Custódio 

Veja notícias

19
FEV

Milho: Bolsa brasileira abre a semana com preços em alta

05
FEV

Ministra afirma que café será prioridade na agenda do Governo

15
JAN

Qualidade dos cafés brasileiros melhorou, diz pesquisa

07
JAN

Soja: cuidados na fase de florescimento podem incrementar colheita em 30%