Você está em: Home, Noticias

Notícias

31
AGO
Milho: agricultores esperam queda de restrições

Neila Fontenele
O POVO

Os agricultores cearenses estiveram reunidos sexta-feira, em Brasília, para discutir as restrições na comercialização de milho pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Há um desconforto em relação às regras atuais, que limitaram o acesso à compra do milho armazenado a produtores que possuem até quatro módulos fiscais, o que corresponde a uma propriedade de 100 hectares. Essa decisão deixou um bom número de agricultores fora do programa de compras, mas surge agora uma esperança de solução do problema.

O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Ceará (Faec), Flávio Saboya, afirma que a Conab vinha alegando que a restrição partia de uma determinação da Controladoria Geral da União (CGU). Para resolver a situação, haverá um novo encontro no dia 14 de setembro com a presença de representantes da CGU. A expectativa é de que nesta reunião haja uma determinação final sobre quem pode comprar o milho da Conab.

Com a falta do produto no mercado, a pressão pelos estoques armazenados não parte mais apenas do Ceará. No caso do Estado, a situação é crítica em função dos preços: enquanto no Paraná e em Santa Catarina o preço do milho gira em torno de R$ 34 e R$ 35, por aqui custa cerca de R$ 65.

A procura pelos estoques da Conab também caiu violentamente no Ceará. Flávio Saboya explica que, antes da restrição, cerca de 40 mil agricultores tinham se inscrito para a compra. Com a mudança nas regras, esse número baixou para aproximadamente três mil produtores.

Veja notícias

11
MAR

Brasil vendeu mais soja essa semana

27
FEV

Produção de soja gera renda e melhoria no solo para renovação de canaviais

20
FEV

Milho e soja tem alta na primeira quinzena de fevereiro

19
FEV

Milho: Bolsa brasileira abre a semana com preços em alta