Você está em: Home, Noticias

Notícias

13
MAI
CNA exige providências contra o risco de pragas em importações de café

CNA

O presidente da Comissão Nacional do Café da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Breno Mesquita, o coordenador de Defesa Agropecuária da CNA, Décio Coutinho, e o presidente executivo do Conselho Nacional do Café (CNC), o deputado federal Silas Brasileiro, se reuniram na manhã desta quinta-feira, (12/05), com o secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Luiz Eduardo Rangel, para reivindicar providências contra o risco da entrada de pragas em importações de café. Segundo os representantes do setor, a liberação da entrada do produto de outro país pode trazer prejuízos para diversas culturas brasileiras.

Nesta terça-feira (10/05), o Diário Oficial da União (DOU) trouxe publicada a Resolução nº 1 da Secretaria de Defesa Agropecuária do Mapa que revoga a Resolução nº 3, de 20 de maio de 2015, que suspendia a importação de grãos verdes de café provenientes do Peru, até que a Organização Nacional de Proteção Fitossanitária (ONPF) daquele país apresentasse plano de trabalho ao Departamento de Sanidade Vegetal (DSV) brasileiro.

De acordo com Breno Mesquita, é preciso reavaliar esta decisão e fazer um novo estudo técnico da análise de risco fitossanitária que gerou a Resolução, uma vez que o café é considerado um produto sensível. Décio Coutinho concorda com o presidente da Comissão e acrescenta ser “necessário o disciplinamento da exportação de produtos sensíveis no mercado brasileiro”. O secretário de Defesa Agropecuária se comprometeu a analisar as reinvindicações da CNA e CNC.

Veja notícias

05
FEV

Ministra afirma que café será prioridade na agenda do Governo

15
JAN

Qualidade dos cafés brasileiros melhorou, diz pesquisa

07
JAN

Soja: cuidados na fase de florescimento podem incrementar colheita em 30%

26
NOV

Safras eleva previsão de produção de soja 18/19 do Brasil a recorde de 122,2 mi t