Você está em: Home, Noticias

Notícias

17
MAR
Exportações de café torrado e moído mantêm crescimento

Portal Brasil

As exportações de café torrado e moído cresceram 41,1% em faturamento e 21,7% em volume no primeiro bimestre do ano, em relação ao mesmo período de 2015. Os dados são do Informe Estatístico do Café, publicado mensalmente pela Secretaria de Política Agrícola (SPA) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Apesar da quantidade de café torrado e moído ainda ser pequena – 4,5 mil sacas de 60 Kg–, o produto exportado vem se recuperando desde 2014, com aumento de 5,9% nos dois primeiros meses deste ano. O café solúvel também apresenta crescimento de 4,3% nesse período, segundo o assessor do Departamento de Crédito, Recursos e Riscos da SPA, Airton Camargo.

Os principais importadores do grão torrado e moído são os Estados Unidos e países da América do Sul, como Bolívia, Uruguai, Paraguai, Chile e Argentina.

De acordo com a publicação online, a quantidade total exportada (verde, solúvel, torrado e moído, outros extratos e casca e películas) nestes dois primeiros meses do ano é igual ao do mesmo período de 2015, de 5,76 milhões de sacas, o equivalente a US$ 851,1 milhões. Camargo diz que, neste aspecto, o valor reflete mais um ano positivo para o setor da cafeicultura nacional.

Os tradicionais importadores do café brasileiro se mantiveram no período estudado: EUA, Alemanha, Itália, Japão e Bélgica.

Os números estimados para a nova safra (50,5 milhões de sacas, conforme a Conab) recuperam a participação do Brasil na produção mundial, passando de 30,1% para 35,2%.

Além dos dados de produção, o Informe Estatístico do Café, traz números da área plantada, produtividade, consumo interno, estoques públicos e privados, preços e o ranking de produção e consumo mundiais.

Veja notícias

20
FEV

Milho e soja tem alta na primeira quinzena de fevereiro

19
FEV

Milho: Bolsa brasileira abre a semana com preços em alta

05
FEV

Ministra afirma que café será prioridade na agenda do Governo

15
JAN

Qualidade dos cafés brasileiros melhorou, diz pesquisa